segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

É hora de pesquisa?

Quem será o novo presidente?
José Serra: Liderança antecipada.Heloísa Helena: Bom início nas pesquisas Dilma Rousseff: Na cola de Lula.
Ciro Gomes: Não desiste nunca!
Aécio Neves: Tem vaga pra ele?

Circo Urbano
Por Victor Soares

_Ainda faltam quase dois anos para as eleições presidenciais, que ocorrerão em Outubro de 2010. Apesar da distância temporal, o Instituto Datafolha já faz pesquisas de intenção de voto para o futuro presidente do Brasil.
_Em pesquisa divulgada nesta segunda-feira (08) o provável candidato José Serra (PSDB), atual governador de São Paulo, aparece na liderança. Em seguida surge o deputado federal Ciro Gomes (PSB), a ex-senadora e vereadora eleita de Maceió, Heloísa Helena (PSOL) e a "queridinha" do presidente Lula, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT).
_Serra tem 41% da preferência do eleitorado, enquanto Ciro possui 15%, Heloísa Helena 14% e Dilma Roussef apenas 8%. Vale registrar que a última subiu de 3% para 8%, desde a última pesquisa feita em Março de 2008. Muitos ainda estão indecisos ou afirmam que irão votar em branco ou nulo. Esse quadro é composto por 21% do eleitorado. Os indecisos são 9% e os que preferem votos brancos e nulos somam 12%.
_Em uma semana que o presidente Lula apresentou 70% de aprovação popular, parece muito cedo para afirmar que a sua candidata chegará em útlimo lugar na corrida eleitoral. Lula bateu todos os recordes de popularidade desde a reabertura política brasileira. Todo esse carisma "lulista" deve servir de base para alavancar a campanha de Dilma Rousseff, que poderá ser a primeira mulher a governar o Brasil.
_O governador paulista ainda disputa internamente a candidatura com o seu companheiro de partido, o tucano e governador mineiro, Aécio Neves. Na mesma pesquisa do Datafolha, quando Aécio Neves é o candidato tucano fica atrás de Ciro Gomes e até de Heloísa Helena.
_Tudo indica que Serra será mesmo o candidato do PSDB. Mas, como a política brasileira é bastante volátil, temos que esperar para ver. Essas pesquisas antecipadas pouco têm de concreto, mas o fato é que elas existem. Qual o sentido delas? Cabe ao leitor tirar suas próprias conclusões.

4 comentários:

KêDy disse...

Gostei da matéria, acredito que Eloísa Helena a depender do seu desenvolvimento pode sim ter grande destaque e caso venha a ter um segundo turno aposto entre Heloísa e Dilma considerando que esta última com o apoio do presidente possa abocanhar muitos e muitos votos será desconsiderado o fato de uma presidente mulher para um desempate apelativo e posto na balança outras questões como por exemplo auto-questionamentos da população "para que mudar de time se o Brasil agora "cresce"?.
Bem mas para quem acreditou q o País só iri pra frente com uma nova ditadura ( com Heloísa em um sentido socialista) pode repensar seus pre conceitos até as eleições. Até porque, tudo pode acontencer.

Julien Karl disse...

As pesquisas servem, entre outras coisas, para reforçar a posição de quem está ganhando. Tanto que são os vencedores que quase sempre pagam pelo serviço. Não existe interesse cívico e democrático nas pesquisas. Não é um instrumento democrático e sim polarizador dos resultados. Imaginem todos às cegas, num cenário em que cada pessoa votasse (ou não...) não porque fulano vai ganhar ou tem chances, e sim por outros motivos quaisquer. Seria ou não mais justo?

Anônimo disse...

tem gente por aí posando que entende de política...

Silas disse...

Grande Victor, sempre acompanhando as pesquisas da corrida eleitoral e trazendo aqueles intrigantes comentários! Muito bom cara!